Cadastre-se e receba novidades

Curiosidades e tipos de queijo

Curiosidades e tipos de queijo

Curiosidades e tipos de queijo

Existem, no mundo, centenas de tipos de queijo. Só na França, estima-se mais de 400. São vários os processos de produção que tornam um queijo diferente do outro: o tipo de mamífero que forneceu o leite, os teores de gordura, os tipos de bactérias e bolores, o tempo de envelhecimento, etc.

A verdadeira muzzarella, por exemplo, é produzida com leite de búfala, que é mais branco e nutritivo do que o de vaca.

O cheddar é um queijo de origem inglesa, que surgiu no condado de Somerset.

O queijo parmesão, natural da Itália, surgiu na cidade de Parma, por isso recebe este nome. Ele chega a ficar dois anos maturando para receber essa consistência. No Brasil, o mais conhecido é o parmesão ralado, usado principalmente em receitas como massas.

Já a ricota, de origem italiana, é também conhecido como queijo Minas. Não é propriamente um queijo, mas sim uma espécie de derivado do queijo produzido a partir do soro do leite de vaca. Para obter a ricota, basta ferver o soro para que a parte sólida venha à superfície.Como o próprio nome indica, o queijo Minas surgiu em Minas Gerais. Sua produção é muito simples, já que ele não passa por etapas de envelhecimento.

O catupiry é um tipo de requeijão criado no Brasil por um casal de imigrantes italianos, em 1911, em Minas Gerais. A palavra catupiry tem origem tupi-guarani e significa “excelente”.
O queijo-do-reino, ou queijo reino, começou a ser produzido no Brasil para atender a demanda dos nobres portugueses instalados no País. Foi o primeiro queijo curado industrializado do Brasil. Recebe o nome de queijo-do-reino pois era fabricado para esses nobres.

O queijo-prato, assim como o reino, o minas e o catupiry, também é originário do Brasil. É muito parecido com o queijo dinamarquês fynbo. O queijo prato surgiu em 1920, da tentativa de colonos dinamarqueses de produzir o fynbo no Brasil. Como tinha um formato cilíndrico baixo, ele recebeu o nome de prato.

Típico do Nordeste, o coalho é feito por meio da adição de coalho ou outras enzimas coagulantes do leite. É muito vendido em espetinhos na praia. Também é consumido frito na manteiga.

Outra novidade é que, ao contrário do que muitos pensam, o maior fabricante mundial de queijos não é a França, mas sim os Estados Unidos. Só o estado de Wisconsin produz mais de 600 tipos do produto. Entretanto, é a França o país que tem a estimativa de mais consumir queijo, por pessoa.

E aí, gostou de saber um pouco mais sobre a origem dos principais queijos?

blog_caita_ecommerce

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *